Descrições

Violência doméstica e familiar contra a mulher: Ligue 180 e tudo o que você precisa saber

Todos nós buscamos a paz no lar, relações boas que nos acolham e nos ajudem também a crescer e desenvolver nossos potenciais, mas algumas vezes as questões da vida cotidiana balançam o equilíbrio da casa. Como saber se estou num relacionamento abusivo? Ele faz piadas que te humilham. Ele parece o homem que você conheceu. Mas, em poucos dias, a violência retorna. Busque ajuda! Retome o contato com amigas e familiares. Os abusos psicológicos e emocionais trazem muito sofrimento e podem destruir sua autoestima, deixando marcas pelo resto da vida! Sentir-se empoderada, antes de mais nada, é saber quem é você, o que deseja e sentir-se capaz de construir sua própria caminhada, seja sozinha ou acompanhada com quem você escolher.

Páginas para encontrar um 108539

Serviços Especializados de Atendimento à Mulher

Acho que tudo isso fez com que ele perdesse a cabeça. O desabafo acima foi feito por telefone. Do outro lado da linha, Renata Albertin, cofundadora do Mete a Colher, rede colaborativa que ajuda mulheres a saírem de relacionamentos abusivos, se preparava para orientar mais uma vítima de violência doméstica durante a pandemia.

Trepa Seis

Desde o início da pandemia do segundo coronavírus, mulheres passaram a ficar 24 horas em casa, muitas vezes, com seus agressores. Também é possível recepcionar atendimento pelo Telegram. Baixe o aplicativo:. O serviço manteve os atendimentos durante a pandemia da Covid Telefones em outros países:. Só as mulheres podem receber atendimento e denunciar pelo Ligue ? Cabe ressaltar, o Ligue preserva o anonimato dos denunciantes. Saiba restante.

Comento

Leave a Reply